12 de nov de 2013

LIVRO - O romance policial do século XXI: manutenção, transgressão e inovação do gênero

Ao estudar os romances policiais mais vendidos no Brasil entre 2000 e 2007, Fernanda Massi constatou um grande distanciamento entre esses textos e os romances policiais tradicionais. Nos livros escritos por autores clássicos como Agatha Christie, Conan Doyle e Georges Simenon, há algumas características recorrentes: um crime de autoria desconhecida, um criminoso com motivos para assassinar e um detetive encarregado de encontrar a identidade do criminoso e entregá-lo à polícia para que receba a merecida punição. 


Nesta obra, Massi nota que autores contemporâneos como Rubem Fonseca, Luiz Alfredo Garcia-Roza e Dan Brown, entre outros, mantêm a tríade criminoso-vítima-detetive, pois ela é indispensável ao enredo. Mas utilizam o núcleo do romance policial para abordar outros temas, como adultério, corrupção em órgãos públicos, segredos de fundo religioso ou deterioração familiar. 



Assim, segundo a autora, esses escritores escrevem com uma liberdade característica da pós-modernidade: desenvolvem a narrativa seguindo o modelo fixo de estrutura do gênero policial, porém de modo vivo e adaptado à contemporaneidade, inclusive no que concerne aos valores morais.



O diagnóstico alcançado lança nova luz sobre o cenário contemporâneo da literatura policial. 


DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD GRATUITO EM: <http://www.culturaacademica.com.br/catalogo-detalhe.asp?ctl_id=203>

IMPRESSÃO SOB DEMANDA PELO SITE: www.culturacademica.com.br

VENDAS A PRONTA-ENTREGA (com a própria autora): R$18,00

Postado por

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por enviar o seu comentário! Ele será publicado em breve.